Limbo particular

A vida acontecia lá fora
E ela apenas espiava da janela
Negando-se a participar daquilo
De que jurava não fazer parte
Pois não viera ao mundo para viver
Mas para ver como ocorria essa brincadeira sem graça
Para, quem sabe, se uma outra chance lhe fosse dada (chance de quê, afinal?)
Ela pudesse, então, ter instrumentos e repertório suficientes
Para participar da grande farsa humana que é a vida
Por enquanto, apenas olhava desconfiada
E sentia o gosto salgado do mar
Que lhe escorria dos olhos

Leave your vote

Comentários

0 Comentários

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Send this to a friend