Blogosférico

Noite com nuvens chorosas. Ameaça de cair um pranto a qualquer momento. Desafio a tristeza solene desta segunda-feira prestes a morrer e saio, mesmo sem lenço no bolso. Ando esquina a esquina. Nem com destino nem a esmo. Apenas ando. Encontro um bar cibernético aberto e paro para tomar uma dose de futuro neste presente embaçado. Ainda no bar visito endereços vários. Viagem rápida sem sair do lugar. Vou a Minas e troco idéias com o Avery. Com ele descubro que existe algo Minguante nas entrelinhas da vida escrito com Ene maiúsculo. Retorno à fronteira binacional e leio um pouco das crônicas do Edgar. Sem muito o que fazer, meeeesmo, “escuto” um pouco da Zhuada do Nei. Uma janela me salta aos olhos da qual o Edileuson me fala das suas impressões pessoais. Lembro que cometi uma injustiça e recoloco certas e-pístolas de volta ao índice do meu manual de idéias, de onde nunca devia ter saído. Desfeita esta injustiça, me dou por satisfeito. E volto a encarar a noite chorosa de olhos tristes.

Leave your vote

Comentários

0 Comentários

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Send this to a friend