Ministério Público quer ter acesso às provas do inquérito aberto pela PGR contra Chico Rodrigues

Deu na revista eletrônica Crusoé: o Ministério Público de Roraima quer ter acesso às provas do inquérito no qual o senador afastado Chico Rodrigues (DEM-RR) é investigado pela Procuradoria Geral da República (PGR). O pedido do MPRR foi feito ao Supremo Tribunal Federal (STF).

A liberação das provas caberá ao ministro Luís Roberto Barroso, que foi quem autorizou a Operação Desvid-19, da Polícia Federal, que cumpriu mandados de busca e apreensão na casa de Chico. Na ocasião, o político foi flagrado com mais de R$ 31 mil. O dinheiro sujo estava escondido na cueca de Chico.

O pedido foi feito ao STF pelo promotor Luiz Antônio Araújo de Souza com o objetivo de preparar o procedimento que visa apurar a prática de improbidade administrativa pelo político roraimense. Chico Rodrigues é acusado de participar de um esquema que teria desviado recursos destinados pelo governo federal para o combate ao Novo Coronavírus no estado.

O ministro Luís Roberto Barroso determinou o afastamento de Chico Rodrigues do cargo de senador. O parlamentar acabou pedindo licença do cargo por 120 dias, abrindo mão do salário. Em seu lugar deve assumir como suplente o seu filho Pedro Rodrigues, mas até hoje ele não tomou posse.

Envie sua sugestão de pauta para o Blog

Conversar no WhatsApp

#PolíticaemRoraima #CasodePolícia #LuísRobertoBarroso #ChicoRodrigues #STF #MinistérioPúblico

Comente este post