Vereadores elegem Genilson Costa como presidente da Câmara de Boa Vista

O prefeito Arthur Henrique e os vereadores eleitos e reeleitos de Boa Vista, capital de Roraima, tomaram posse na noite desta sexta-feira (1 de janeiro), em solenidade realizada no Teatro Municipal. Logo após a posse dos parlamentares, eles fizeram a eleição da Mesa Diretora da Casa para o próximo biênio, tendo sido vitorioso o vereador Genilson Costa (Solidariedade), candidato do presidente da Assembleia Legislativa, Jalser Renier.

A eleição da presidência da Câmara teve um resultado apertado. Genilson Costa obteve 12. Idázio Chagas (o Idázio da Perfil), candidato mais afinado com o prefeito Arthur, conseguiu 11 votos.

Uma vez eleito, Costa fez um discurso pregando a união entre os vereadores e afirmando que vai colaborar com a administração do novo prefeito, mas mantendo a independência da Câmara.

“Chega de divisão de grupos”, disse o presidente eleito do Legislativo municipal, conclamando o Governo de Roraima, a Prefeitura de Boa Vista a Câmara e a Assembleia Legislativa a esquecerem as diferenças e trabalharem juntos em benefício da população de Boa Vista.

Arthur Henrique fez um discurso enaltecendo as realizações administrativas da ex-prefeita Teresa Surita e afirmando que vai dar continuidade ao trabalho e aos projetos executados nos últimos oito anos.

O prefeito destacou o reconhecimento internacional de Boa Vista como a capital da primeira infância e disse que continuará com as políticas de investimento na qualidade de vida e da educação oferecida às crianças que vivem na Capital.

Arthur também criticou o que chamou de política feita para defender interesses próprios e, sem citar nomes, criticou políticos corruptos que articulam para atrapalhar sua administração.

Dias de polêmica

Os dias que precederam a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal foram recheados de trocas de acusações entre os apoiadores dos candidatos. Houve vazamento conversas que apontam para negociatas para angariar apoio à candidatura de Genilson Costa, assim como outros diálogos nada republicanos entre os vereadores que apoiavam o candidato vitorioso.

Comente este post