PODCAST – Xavecos e conchavos na disputa pelos espaços de poder em Roraima

Olá, meu amigo e minha amiga, tudo bem?! Nós começamos este ano de 2021 ainda aterrorizados pelos danos causados pela pandemia de Covid-19. Nesta sexta-feira (8 de janeiro) o Brasil ultrapassou a triste marca de 200 mil mortes provocadas pelo Novo Coronavírus, enquanto o mundo contabiliza a trágica soma de 1.901.510 vidas ceifadas. Enquanto isso, por aqui, nesta terra brasilis, ainda assistimos a disputas e querelas mesquinhas sobre se se compra ou não compra a vacina e de onde ela virá e quem terá o domínio sobre o imunizante.

O Ano Novo também chegou marcado pela posse dos novos e velhos eleitos em novembro do ano passado. A questão é que a pouca renovação e alternância nos cargos de poder não resultaram em quase nenhuma alteração no fator qualidade. Muito pelo contrário. Aqui em Boa Vista, Roraima, por exemplo, já teve parlamentar dando demonstrações de que, no quesito moralidade e sentimento republicano, a coisa continua despencando ladeira a baixo.

Mas, apesar da pandemia e da política de baixo nível, a vida continua e é preciso reaprender a viver, mesmo com essas ameaças à solta. Porém, não nos esqueçamos de que a mau política e o mau político, assim como a corrupção, ou esta principalmente, matam tanto quanto um vírus letal do naipe do Coronavírus. Por isso, precisamos combatê-los com a mesma avidez e persistência.

Como já dito aqui no Blog, o novo prefeito da capital, Arthur Henrique, anunciou seu secretariado mantendo 80% do primeiro escalão montado nas duas gestões anteriores da ex-prefeita Teresa Surita (MDB). Ele poderia até ser chamado Arthur Surita, tanto que a sua administração tem a cara de Teresa.

Depois dos xavecos e conchavos para eleger os novos membros da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Boa Vista, os vereadores foram empossados e, uma vez, investidos no cargo para o qual foram eleitos, começaram o trabalho. A primeira ação foi aprovar um reajuste de pouco mais de 12% para os servidores efetivos da Casa. Um pequeno afago do novo presidente, Genilson Costa nos colaboradores do Poder Legislativo.

Enquanto isso, executivas nacionais de partidos como o PSL e PSOL querem impedir o presidente da Assembleia Legislativa, o influente deputado Jalser Renier (Solidariedade), de seguir para mais um mandato à frente da daquele poder. Para tanto, ingressaram com Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) no Supremo Tribunal Federal (STF).

Este episódio do Podcast Direto ao Ponto fala sobre os xavecos e conchavos que permeiam todas essas relações políticas.

Aperta o play e confere aí.

Comente este post