Secretária de Saúde de Alto Alegre fura fila de vacinação contra a Covid-19 e pode ser exonerada

O Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR) expediu Recomendação, na manhã desta segunda-feira, 25 de janeiro, ao prefeito do Município de Alto Alegre, a 73 km de Boa Vista, para que exonere imediatamente, a secretária adjunta de saúde, Danyele Santos Negreiros.

De acordo com a Recomendação expedida pela Promotoria de Justiça da Comarca de Alto Alegre, a atual secretária violou os princípios da legalidade, moralidade e eficiência ao se valer do cargo e do vínculo de afeto com atual gestor do Município para ser imunizada, mesmo ciente da condição de estar fora da linha de frente do enfrentamento e exposição ao risco de contrair a Covid-19.

A apuração do MPRR constatou ainda, que a auxiliar técnica de cirurgião dentista, vinculada à uma clínica privada, Denise Gomes Bandeira, também recebeu uma dose do imunizante, mesmo sem fazer parte da lista do grupo prioritário para tomar a vacina.

O Promotor de Justiça Paulo André Trindade afirmou que desviar da ordem especial de prioridade da vacinação constitui ato imoral e de improbidade administrativa.

“É necessário que seja respeitado o interesse público sobre o interesse privado e, sobretudo, que haja transparência dos atos administrativos em relação às pessoas que serão imunizadas em caráter de prioridade diante desse momento de crise sanitária”, ressaltou o Promotor de Justiça.

No documento, o MPRR requer ainda que o Prefeito e o Secretário de Saúde suspendam a execução do processo de imunização contra a Covid-19 em Alto Alegre, promovam a transparência e correção no plano de vacinação e, em 48 horas, retomem a aplicação das vacinas, seguindo irrestritamente o Plano Nacional de Imunização. Os responsáveis também devem se abster de fornecer a segunda dose do imunizante para a Daniele Negreiros e Denise Bandeira.

Ainda segundo a notificação, o prefeito do município deverá encaminhar, no prazo de 24 horas, à Promotoria de Justiça da Comarca de Alto Alegre, a lista nominal e funções efetivamente desempenhadas pelas pessoas imunizadas.

O Ministério Público poderá adotar as providências legais necessárias, a fim de assegurar que as medidas recomendadas sejam cumpridas.

Com informações do Ministério Público de Roraima

E por falar em podcast, meu caro leitor-ouvinte, eu acabei de lançar na Amazon.com.br meu livro A explosão do podcast. Olha, modéstia à parte, a obra ficou bem interessante. É um livro-guia que ensina tudo o que você precisa saber para criar um podcast de sucesso.

A obra, no entanto, vai além, mostra a você todo o potencial que a mídia podcast tem para alavancar sua carreira pessoal e/ou profissional, assim como o seu negócio. Confere lá na minha Página de Autor na Amazon, considere comprar a obra, vai. 😁😁😁

Comente este post