Arthur Henrique endurece restrições e impõe horários específicos de funcionamento para comércios

O prefeito de Boa Vista, Arthur Henrique, anunciou medidas restritivas ainda mais duras para conter o avanço da pandemia de Covid-19 na capital roraimense. O gestor disse entender que são medidas severas, mas que precisam ser adotadas para preservar vidas e forçar a redução no fluxo de pessoas nas ruas e comércio de Boa Vista. “E mesmo perdi meu pai esses dias por causa da pandemia”, disse.

Arthur Henrique observou que, mesmo com o agravamento da pandemia, nessa segunda onda da doença, as pessoas continuam saindo às ruas de Boa Vista sem levar em consideração as normas de segurança recomendadas pelas autoridades de saúde e as medidas restritivas adotadas pelo poder público. Por isso, disse ele, foi preciso seguir o exemplo de prefeitos de outras capitais brasileiras e endurecer as regras.

Entre as medidas adotadas pelo prefeito de Boa Vista, está a prorrogação do decreto que já estava em vigor desde 15 de fevereiro. O Decreto seguirá em vigência até o dia 10 de março, a começar de segunda-feira, 1º dia do mês. Nos dos dias 6 e 7 de março (sábado e domingo) não será permitida a abertura de nenhum estabelecimento comercial, seja de produtos, serviços ou lazer.

O Decreto estabelece ainda que a partir do dia 1º de março, estabelecimentos comerciais como hipermercados, supermercados, atacarejos, postos de combustíveis, lojas de conveniência, mercearias, padarias, lanchonetes, restaurantes, bares e similares, celebrações religiosas, cultos, missas, academias e estabelecimentos de atividades esportivas só poderão funcionar das 8h às 20h.

Nesse mesmo período, todo o comércio não citado anteriormente, além de clínicas e consultórios que prestam serviços não essenciais e demais ramos de prestação de serviços em geral estarão autorizados a funcionar das 9h às 21. Os shopping centers poderão funcionar das 10h às 22, exceto no final de semana em que nenhuma atividade comercial não essencial não será permitida.

Arthur Henrique ainda estabeleceu no Decreto que após as 20h dos dias úteis, e durante os dias 6 e 7 de março, não será permitido o funcionamento dos estabelecimentos, inclusive na modalidade de delivery e drive-thru.

O prefeito explicou que, durante os dias úteis, poderão funcionar sem restrição de horário os serviços de assistência à saúde, farmácias e drogarias. No final de semana corresponde aos dias 6 e 7, esses estabelecimentos também poderão funcionar sem restrição de horário.

Envie sua sugestão de pauta para o Blog luiz.valerio.silva@gmail.com | WhatsApp (95) 99135-8957

Comente este post