Denarium rebate críticas de Jucá e diz que quem responde a processos de corrupção é o ex-senador roraimense

O governador Antônio Denarium (sem partido) gravou um vídeo nesta quarta-feira (10 de março) e postou nas redes sociais rebatendo críticas e acusações do ex-senador Romero Jucá (MDB) quanto ao suposto desvio de vacinas contra a COVID-19.

Denarium afirmou de forma categórica que quem é acostumado a desviar recursos públicos e, inclusive, responde a vários processos por corrupção ativa e passiva é Jucá e não ele.

“O ex-senador Jucá de forma leviana e irresponsável espalha notícias falsas e mentirosas nas redes sociais”, disse Denarium.

A fala do governador de Roraima tem como base as postagens e acusações feitas por Jucá seus simpatizantes em redes sociais sobre o fato de que Roraima recebeu 110.000 doses de vacinas e apenas 55.000 pessoas foram vacinadas.

De acordo com Denarium, a conta é  simples: se o Estado recebeu 110 mil doses de vacina e cada pessoa receberá duas doses, só é possível vacinas 55 mil pessoas com essa quantidade de imunizante.

Ainda nesta quarta-feira, o Ministério Público Federal (MPF) denunciou mais uma vez Romero Jucá por corrupção, sob acusação de recebimento de propina nas obras da usina hidrelétrica usina de Angra 3, no Rio de Janeiro, junto com o ex-ministro de Minas e Energia Edison Lobão.

“Se o governo estivesse na mão do ex-senador, com certeza se estaria falando em desvio, que é a sua especialidade, mas não na nossa gestão. Sei que o ex-senador mede os outros por sua régua, e como responde a dezenas de inquéritos por desvio de dinheiro público e recebimento de propina, acha que todos são iguais. Inclusive o Ministério Público fez hoje mais uma denúncia de recebimento de propina na obra de geração de energia elétrica de Angra 3, no valor de mais de R$ 1.300,000,00”, afirmou o governador.

Veja o vídeo completo com a resposta do governador Antônio Denarium:

Envie sua sugestão de pauta para o Blog: contato@luizvalerio.com

Comente este post