Prefeitura faz fiscalização seletiva: bares da periferia são mais visitados que vistosos points da Ville Roy

Como registrado aqui no Blog há alguns dias, as ações de combate à pandemia de Covid-19 em Boa Vista são contraditórias. Num dia, baixa-se um decreto com medidas restritivas para forçar uma queda no índice de contaminação pelo Novo Coronavírus e de óbitos. Quando os números começam a cair, suspende-se as medidas restritivas por considerar que o ambiente já está favorável. Resultado: as pessoas caem na gandaia, lotam bares e restaurantes, promovem aglomerações e os números logo voltam a subir.

Como resposta, equipes da Prefeitura de Boa Vista saem às ruas em ações de fiscalização com o objetivo de cumprir as ditas sanitárias na capital. Inspecionam bares, praças e lojas conveniências de postos de combustíveis, flagrando aglomerações em todos esses lugares. No comunicado da Prefeitura da Capital, no entanto, não há um único registro das aglomerações promovidas nos bares e restaurantes chiques da Avenida Ville Roy, no último sábado (17) e domingo (18).

A Comunicação do Palácio 9 de Julho informa em despacho à imprensa, feito pela manhã, que foram inspecionados 20 estabelecimentos. Desses, três foram interditados, em outros dez foram repassadas orientações aos proprietários ou responsáveis. Houve ainda dez dispersões e cinco autuações, além de 12 apreensões de aparelhagem de som.

O release continua: “Os principais locais em que foram constatadas aglomerações neste fim de semana foram: praças da Moca, no bairro Paraviana, e Parque Germano Sampaio, no Pintolândia, além de conveniências de postos de combustíveis lotadas”. Percebam que os bairros da periferia são os mais frequentados. Repito: os endereços badalados da night na Macuxiland não foram visitados. Fiscalização seletiva.

O chefe de fiscalização da Vigilância Sanitária Municipal, Fernando Matos, disse que o descumprimento, principalmente envolvendo jovens, é um cenário preocupante. Ele reforça que a população precisa cooperar neste período de pandemia, visto que Roraima tem apresentado melhora nos números de infecções e mortes pela Covid-19.

“Nós, como população, não podemos nesse momento fugir da nossa obrigação, que é contribuir com o combate à disseminação do vírus. A flexibilização do decreto não é um aval para que as pessoas relaxem e pensem que a pandemia acabou”, concluiu.

DECRETO – Desde janeiro deste ano, mais de 400 estabelecimentos foram fiscalizados e receberam orientações para cumprirem as medidas de combate ao novo coronavírus, em cumprimento ao Decreto 039/E, de 08 de abril de 2021, que prevê uma série de restrições neste período de pandemia.

Entre essas medidas de flexibilização em Boa Vista, estão: ampliação do horário de funcionamento do comércio; liberação de festas de aniversário e casamento, além das apresentações de músicos em bares e restaurantes da capital. Estas regras valem até a próxima sexta-feira, 23, data em que um novo decreto deve ser publicado.

Está gostando do nosso conteúdo? Compartilhe nas suas redes!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
LUIZ VALÉRIO
LUIZ VALÉRIO

Jornalista e Podcaster. Este Blog, que edito há 18 anos, é uma singela contribuição para a sociedade. É uma espécie de "jornal pessoal" por onde tento provocar o debate sobre assuntos inadiáveis para Roraima e para o Brasil. Também edito o Podcast Direto ao Ponto, que vai ao ar todas as semanas e você também pode ouvir aqui.

Todos os posts

Posts recentes: