Moraes anula decisão da justiça do RN que determinava retorno às aulas presenciais

A decisão do ministro Alexandre de Moraes, do STF, de cassar nesta quinta-feira (29 de abril) a determinação da Justiça do Rio Grande do Norte que havia determinado o retorno das aulas presenciais em todo o Estado do Rio Grande do Norte é uma demonstração de que a ideia de forçar o retorno ao ambiente escolar nesse período de pandemia é polêmica e divide opiniões.

Ao decidir pela anulação da decisão da Justiça do RN, Moraes atendeu a um pedido do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública do Rio Grande do Norte (SINTE-RN) na Reclamação (RCL) 47067. As aulas presenciais na rede pública e particular do estado estavam suspensas, por decretos estaduais, até 12 de maio. Aqui em Roraima, é o SINTER que se opõe à proposta em tramitação na Câmara dos Deputados que transforma a educação em serviço essencial, com o objetivo de forçar o retorno às aulas presenciais.

Está gostando do nosso conteúdo? Compartilhe nas suas redes!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
LUIZ VALÉRIO
LUIZ VALÉRIO

Jornalista e Podcaster. Este Blog, que edito há 18 anos, é uma singela contribuição para a sociedade. É uma espécie de "jornal pessoal" por onde tento provocar o debate sobre assuntos inadiáveis para Roraima e para o Brasil. Também edito o Podcast Direto ao Ponto, que vai ao ar todas as semanas e você também pode ouvir aqui.

Todos os posts

Posts recentes: