OPINIÃO – A campanha de 2020 é um treino apronto para 2022

 OPINIÃO – A campanha de 2020 é um treino apronto para 2022

A campanha eleitoral de 2020 é uma espécie de treino apronto para o pleito de 2022

Compartilhe nosso conteúdo!

A campanha eleitoral de 2022 vai acontecer em quatro turnos  aqui em Roraima (Boa Vista). Os dois primeiros turnos – o aquecimento – serão as eleições municipais deste ano. Todos os grupos políticos (hoje são três grandes e alguns pequenos) estão numa batalha intensa de bastidores para a verdadeira grande disputa que será 2022. Duvida? Aguarde e verás.

De um lado, o governador Antônio Denarium (sem partido) faz concessões e muda o primeiro escalão da sua equipe de governo para acomodar aliados/indicados pela candidata à Prefeitura de Boa Vista, Shéridan Oliveira (PSDB). Postos estratégicos do primeiro escalão do governo foram mudados, entre outros motivos, para fazer essa acomodação.

Astuto, Denarium está tentando preparar o terreno para sua reeleição. Espera-se, no entanto, que ele tenha habilidade suficiente para não ser engolido por alguns dos parceiros de hoje. Atenção, atenção!

Nessa toada, a briga pela Prefeitura de Boa Vista tende a ser ferrenha, bem disputada. E para mim, até aqui, uma incógnita. Senão vejamos: a prefeita Teresa Surita lançou seu vice, Arthur Henrique (MDB) como candidato a sua sucessão, mas até aqui ele tem se mostrado um candidato muito, mas muito apagado, fraco mesmo. Talvez, quando a campanha começar a partir de amanhã, a situação mude. Por enquanto a imagem que tenho é essa.

A então distante e interestadual deputada federal Shéridan Oliveira (PDSDB) aportou de volta a esta terra macuxi decidida a arregaçar as mangas e entrar na briga pelo Palácio 9 de Julho. Com seu jeitinho de boneca de luxo, demonstrou que está aprendendo a fazer política e, logo, tendo a expertise do senador Mecias de Jesus (Republicanos) por trás, arregimentou um forte grupo político, com o apoio do Governo do Estado e tudo, e já se mostra um dos nomes mais competitivos para a disputa.

O presidente da Assembleia Legislativa, com seu inequívoco comportamento megalomaníaco, sempre disposto a ir para o tudo ou nada, considera já ter elegido o seu candidato a prefeito, o deputado federal Ottaci Nascimento (Solidariedade).

Os comentários feitos nas redes sociais sobre essa emblemática dupla de políticos – Jalser e Ottaci – , no entanto, deixam muitas interrogações no ar quanto a assertividade dessa aposta. Sabemos, no entanto, que será gasto dinheiro às turras para eleger o candidato da ALERR. Afinal, Jalser quer ter a Prefeitura de Boa Vista nas mãos para vir com tudo para a disputa pelo governo em 2022.

Correndo por fora, com muita disposição, vem aquele que parece ser o nome que mais intimida, no bom sentido, todos os outros candidatos: Linoberg Almeida (Rede Sustentabilidade). Todos os outros candidatos tentaram fazer acordo com Linoberg, que não aceitou compor com o que ele chama de a velha política.

O candidato da Rede tem um bom discurso, uma boa imagem, um grupo de simpatizantes muito capacitado na Academia e fora dela, e faz uma pré-campanha atrativa, ainda que sem recursos. Dos candidatos que estão no páreo pela prefeitura da capital ele foi, até aqui, o único que peitou a prefeita Teresa Surita por várias vezes, sem jogo baixo nem agressões físicas, na classe, e ganhou todas. Faz política com o cérebro e não com o intestino.

Gerlane Baccarin, do Progressistas, é outro nome que tem surpreendido pela disposição e estratégias. Apesar da falta de grupo, ela pode ser uma surpresa no abrir das urnas. Conversei com Gerlane duas vezes, nas Live #CONVERSAFRANCA, e senti de perto o que é uma mulher decidida, inteligente e com propostas inovadoras. (Pena que a Shéridan não aceitou o meu convite para a conversa, de forma que pudesse também mostrar suas qualidades políticas, suas propostas).

Não menos inteligente, muito pelo contrário, também está na disputa o candidato Fábio Almeida (PSOL), que tende a se firmar em definitivo como a grande liderança da esquerda em Roraima. Num estado conservador e de viés ideológico de direita, como Roraima, a candidatura de Fábio não tem muitas chances de vitória. (Porém, o eleitorado é quem vai dizer isso quando chegar a hora. Esta é apenas uma análise fria do cenário atual deste jornalista).

A meu ver, o deputado federal Nicoletti (PSL) pratica o auto engano. Mal se lançou na política como deputado federal, já quer partir para uma disputa majoritária. É um direito constitucional, seu, é claro, mas fica a impressão do oportunismo e do carreirismo político, características já reprovadas pelos eleitores brasileiros. Nicoletti se escora na imagem e no discurso do inefável e truculento presidente Jair Bolsonaro para tentar ganhar votos. Se vai dar certo, só a urna dirá. Eu, particularmente, não acredito.

O mesmo pode se dizer de Luciano Castro. O ex-deputado com seis mandados em Brasília chega ao final de carreira de forma melancólica, sozinho. E isso se reflete na sua candidatura: uma chapa pura composta pelo PL. Chances de vitória? Penso que nenhuma. Por vaidade e teimosia, Luciano Castro caminha para mais campanha sem êxito, assim, como foram as duas anteriores para o Senado.

Shaolin, do PMN, a meu ver, está plantando para colher no futuro. Quem sabe em 2022. Aliás, uma estratégia, como eu disse acima, usada por praticamente todos os candidatos até aqui, de uma ou outra forma.

Quando os jogos vorazes, digo, a campanha de 2020, começar para valer, é que teremos a noção exata sobre quem é quem. Saberemos se o dinheiro em grande monta, como se fala nos bastidores, vai conseguir comprar uma vitória ou se candidatos mais estrategistas conseguirão chegar com fôlego e em forma num quase certo segundo turno. Aguardemos pois.

O pleito de 2022 começa agora. Façam suas apostas.

Envie sua sugestão de pauta para o Blog.

Digiqole ad

Comments

0 comments

Luiz Valério

http://luizvalerioblog.wordpress.com

Sou Luiz Valério. Cearense nascido em Juazeiro do Norte, Região do Cariri (CE). Tenho formação em Letras, curso Comunicação Social e atuo como professor e jornalista há 24 anos. Sou Pós-graduado em Comunicação Social, Assessoria de Imprensa e Novas Tecnologias. Atualmente faço uma Pós-graduação em Marketing Digital. Mantenho este blog há 16 anos.

Leia mais conteúdo

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Podcast Direto ao Ponto - Narrativas, entrevista e histórias sobre a política, a cultura e os costumes da Amazônia. Por Luiz ValérioOUÇA AQUI
+
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x