ABUSO DE AUTORIDADE – Guarda Municipal prende Fábio Almeida candidato do PSOL à PMBV

O candidato Fábio Almeida (PSOL) recebeu voz de prisão quando fazia uma gravação em frente à sede da Guarda Municipal

O candidato do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) à Prefeitura de Boa Vista, Fábio Almeida, foi proibido de fazer uma gravação para a sua campanha na frente da sede da Guarda Civil Municipal de Boa Vista, na Avenida Capitão Júlio Bezerra, no bairro 31 de Março. Fábio acabou recebendo voz de prisão por parte do secretário-diretor da GCM.

A confusão começou quando Fábio grava um vídeo em que afirmava que a Guarda Municipal não tem competência para fazer papel de polícia, segundo a Constituição Federal. O secretário municipal de Segurança Urbana e Trânsito, Raimundo Barros, foi quem deu voz de prisão ao candidato do PSOL.

Barros mandou que um dos guardas municipais prendesse Fábio Almeida, que o ameaçou de algemá-lo, caso ele resistisse. O episódio configura abuso de autoridade da Guarda Municipal, pois o candidato estava fazendo sua gravação numa via pública.

“O que você está fazendo é um abuso de autoridade”, argumentou Fábio Almeida.

#GuardaMunicipal #FábioAlmeida #GuardaCivilMunicipal #EleiçõesMunicipais #Eleições2020

Está gostando do nosso conteúdo? Compartilhe nas suas redes!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
LUIZ VALÉRIO
LUIZ VALÉRIO

Jornalista e Podcaster. Este Blog, que edito há 18 anos, é uma singela contribuição para a sociedade. É uma espécie de "jornal pessoal" por onde tento provocar o debate sobre assuntos inadiáveis para Roraima e para o Brasil. Também edito o Podcast Direto ao Ponto, que vai ao ar todas as semanas e você também pode ouvir aqui.

Todos os posts

Posts recentes: