Ampliação de escolas com uso de containers gera polêmica na Câmara de Boa Vista

ANÚNCIO PMBV JULHO 3

O contrato firmado pela prefeitura de Boa Vista com uma empresa de Pernambuco, no valor de R$ 4,6 milhões, para o fornecimento de containers que serão usados para a construção de salas de aula nas escolas da rede municipal de ensino foi tema de debate entre os vereadores de Boa Vista, na sessão desta quarta-feira (20 de fevereiro). O vereador Genival da Enfermagem (PTC) apresentou dois requerimentos solicitando informações técnicas da Prefeitura da Capital sobre o projeto.

Os acidentes com containers envolvendo os clubes de futebol Flamengo, onde dez atletas morreram queimados e asfixiados, e Bangu, que resultou em três atletas feridos, foram citados por Genival da Enfermagem como exemplos de que o uso de containers pode não ser uma solução segura. “Eu estou aqui defendendo a segurança dos nossos filhos que estudam nas escolas municipais e que poderão estar expostos ao perigo”, disse o parlamentar.

Além da segurança dos alunos, outro aspecto levantado por Genival da Enfermagem e por outros vereadores como o Pastor Jorge (PSC), Linoberg Almeida e Aline Rezende foi o fato de a Prefeitura de Boa Vista ter priorizado uma empresa de fora para a aquisição dos containers em detrimento dos empresários de Roraima.

“Porque optar por uma empresa do Pernambuco. É bom que nas belas propagandas da Prefeitura seja informado à população que os fardamentos dos alunos do município não foram adquiridos junto às costureiras de Roraima e que os containers das salas de aula foram comprados no Pernambuco “, disse Linoberg.

Os vereadores Pastor Jorge e Magnólia Rocha citaram exemplos de escolas de Santa Catarina e de Minas Gerais que adotaram o projeto de salas de aula construídas com containers e que já são alvos de reclamação.

“Numa escola de uma cidade catarinense cujas salas de aula funcionam em containers já há reclamações quanto à temperatura”, disse a parlamentar. Pastor Jorge observou que na cidade de Santa Luzia (MG) os professores reclamam do tamanho das salas de aula.

Outro lado

O líder da prefeita Teresa Surita na (MDB), vereador Zélio Mota (SD), disse que o projeto foi submetido ao Ministério da Educação e teve sua segurança avaliada. Mota disse que o uso de containers dá mais celeridade ao processo de construção das salas de aula. O parlamentar afirmou ainda que em Boa Vista já existem vários projetos bem sucedidos com o uso de containers. “É preciso discutir os temas aqui na Câmara de forma Serena e não midiática”, criticou.

Leave your vote

Comentários

0 Comentários

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Send this to a friend