BR 210 – DNIT diz que só receberá obra após correção das imperfeições na rodovia

Assim como no caso da BR 174, a obra de revitalização da BR 210, que dá acesso aos municípios de São Luiz, São João da Baliza e Caroebe também está inacabada em situação bastante precária. No caso dessa rodovia, há um agravante: a obra foi inaugurada há apenas dois anos, também sem ter sido concluída 100%.

Um dos trechos mais delicados, em que os motoristas se deparam com a pista em frangalhos, fica situado entre São Luiz e São João da Baliza. Ali, o trabalho realizado praticamente já se desfez.

A reportagem do Jornal Roraisul fez todo o percurso de cerca de 20 quilômetros que separa São Luiz de Baliza e parou em vários trechos para verificar a situação. Não precisa ser um engenheiro gabaritado para concluir que foi feito um trabalho bastante superficial.

O acostamento foi suprimido da obra, não existe. A camada de asfalto é muito fina e os fundamentos da estrada não foram feitos com o cuidado necessário. O resultado é o chamado “efeito sonrisal”, onde o asfalto praticamente se dissolveu com as chuvas intensas que caem na região.

No domingo este Blog publicou uma matéria sobre as obras inacabadas da BR 174 Sul. Clique o link abaixo para ler:

DEZ ANOS DEPOIS – Obra de reconstrução da BR 174 sul ainda está inacabada e já deteriorada

Explicações do DNIT sobre os problemas na rodovia

O superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Marcelo Geber da Silva, disse à reportagem que a obra “é referente ao convênio com o Governo do Estado de Roraima e que o DNIT só a receberá após a correção de todos os defeitos no pavimento”.

Segundo ele, essa correção deverá ser providenciada pela empresa contratada pelo governo estadual. Os trabalhos foram iniciados na gestão da ex-governadora Suely Campos.

Geber explicou que a BR-210 foi dividida três lotes. No que se refere ao trecho compreendido entre São Luiz e São João da Baliza, ele faz parte do Lote 2, que vai do km 113 ao km 178,5. Este trecho vai de São João da Baliza até o Entroncamento BR-174/BR-432.

Segundo o superintendente do DNIT, esse lote “está na fase interna de licitação, pois P.A.T.O. está sendo elaborado, com previsão de licitação na primeira quinzena de setembro de 2020”.

Geber afirma que existe um Termo de Compromisso (TC nº 773/2009) com o Governo do Estado de Roraima, cujo objetivo é a restauração e implantação de acostamentos desse trecho.

Desvio de recursos é denunciado

O governador Antônio Denarium (sem partido) denunciou ao Tribunal de Contas da União (Ofício Seinf 356/19), ao Ministério Público Federal (Ofício Seinf 355/19) e à Controladoria Geral da União (Ofício Seinf 357/19), ainda em fevereiro deste ano, o desvio de dinheiro da obra da BR-210, no valor R$ 6,3 milhões.

O gestor também denunciou o desvio de recursos destinados às obras da BR-174 Sul, no valor de R$ 8,9 milhões. Foi denunciado ainda o sumiço de R$ 13,3 milhões da obra da BR-174 Norte.

Todos esses desfalques viraram passivos nas contas do Estado, que precisou parcelar uma dívida que não fez, resultado da usurpação milionária de recursos federais.

Sobre os outros lotes

Marcelo Geber disse que o Lote 1 da BR 210, que vai do km 45,30 ao km 113,00 – o que compreende do Rio Jatapú até São João da Baliza – está vigente o Contrato nº 00868/2018, que está em andamento.

No tocante ao Lote 3, cuja extensão vai do quilômetro 309,80 ao km 353,50, ou seja, do entroncamento BR-174 até o Rio Repartimento, está em vigor o Contrato nº 00095/2016, que também está em andamento.

Envie sua sugestão de pauta para o Blog

Conversar no WhatsApp

#SuldeRoraima #SãoJoãodaBaliza #PolíticaemRoraima #Municípios #Roraima #Baliza

Está gostando do nosso conteúdo? Compartilhe nas suas redes!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
LUIZ VALÉRIO
LUIZ VALÉRIO

Jornalista e Podcaster. Este Blog, que edito há 18 anos, é uma singela contribuição para a sociedade. É uma espécie de "jornal pessoal" por onde tento provocar o debate sobre assuntos inadiáveis para Roraima e para o Brasil. Também edito o Podcast Direto ao Ponto, que vai ao ar todas as semanas e você também pode ouvir aqui.

Todos os posts

Posts recentes: