CCJ da Assembleia volta a funcionar, depois de ser tratada como peça figurativa na gestão anterior

Um total de 36 projetos foram aprovados nesta terça-feira (27) pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final (CCJ), da Assembleia Legislativa de Roraima (ALERR).   Outras seis propostas foram retiradas de pauta por apresentarem inconstitucionalidade. Essa metodologia de trabalho e produção representam um avanço em relação à forma como os projetos eram aprovados na Casa na gestão anterior.

A presidente da Comissão, deputada Aurelina Medeiros, destacou que mesmo com a pandemia da covid-19, os membros da comissão se reúnem semanalmente para agilizar o andamento dos projetos de lei. “Estamos aqui todos os dias. Alguns deputados participam remotamente ou presencialmente, mas há apresentação de projetos e o andamento das comissões que funcionam internamente e continuamente”. 

Está gostando do nosso conteúdo? Compartilhe nas suas redes!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
LUIZ VALÉRIO
LUIZ VALÉRIO

Jornalista e Podcaster. Este Blog, que edito há 18 anos, é uma singela contribuição para a sociedade. É uma espécie de "jornal pessoal" por onde tento provocar o debate sobre assuntos inadiáveis para Roraima e para o Brasil. Também edito o Podcast Direto ao Ponto, que vai ao ar todas as semanas e você também pode ouvir aqui.

Todos os posts

Posts recentes: