Com Pazuello na degola, Hiran Gonçalves volta a ser cogitado entre possíveis substitutos

Live da Semana - Presidente Jair Bolsonaro - 06/08/2020

A saída de Eduardo Pazuello do Ministério da Saúde, dada como certa por O GLOBO e o Antagonista, foi provocada pressão do bloco partidário chamado de Centrão como moeda de troca para não abrir a CPI da Covid. O objetivo é tentar emplacar um nome indicado por um dos partidos desse grupo.

O presidente Jair Bolsonaro estaria disposto a entregar o MS a Ricardo Barros, que já comandou a pasta durante o governo Temer. Mas o progressista não parece disposto a encarar a missão de ter que descascar esse abacaxi num cenário de epidemia crescente de Covid19.

O nome do deputado federal Hiran Gonçalves (PP-RR) segue sendo citado como uma das opções à disposição de Bolsonaro. Outros possíveis candidatos ao cargos são o deputado federal Dr. Luizinho (PPR-RJ) e a cardiologista Ludhmila Haijar.

O desgaste de Pazuello desagradou a ala militar que apoia Bolsonaro, pois as Forças Armadas tiveram sua imagem desgastada por conta do descontrole da pandemia, com um general no comando do Ministério da Saúde.

Leia a matéria completa em O Antagonista

Está gostando do nosso conteúdo? Compartilhe nas suas redes!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
LUIZ VALÉRIO
LUIZ VALÉRIO

Jornalista e Podcaster. Este Blog, que edito há 18 anos, é uma singela contribuição para a sociedade. É uma espécie de "jornal pessoal" por onde tento provocar o debate sobre assuntos inadiáveis para Roraima e para o Brasil. Também edito o Podcast Direto ao Ponto, que vai ao ar todas as semanas e você também pode ouvir aqui.

Todos os posts

Posts recentes: