Corte de gastos no BC pode resultar na desativação do PIX

O Banco Central sofrerá cortes em seu orçamento por decisão do Governo Federal. A redução do aporte de recursos no BC pode refletir em baixa nos investimentos da instituição financeira no Pix. O BC assegura, no entanto, que, mesmo diante das restrições orçamentárias, vai manter o sistema de pagamentos e transferências instantâneos. A instituição disse que o novo orçamento será administrado de modo a não prejudicar o Pix e a sua agenda evolutiva.

O site Tecmundo informou hoje que desde seu lançamento, em novembro de 2020, o sistema de transferência instantânea soma mais de R$ 278 bilhões distribuídos em mais de 393,6 milhões de transferências realizadas. O BC pensa em internacionalizar a plataforma de movimentação digital de dinheiro, mas, diante dos cortes no orçamento, a proposta está sob análise.

Está gostando do nosso conteúdo? Compartilhe nas suas redes!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
LUIZ VALÉRIO
LUIZ VALÉRIO

Jornalista e Podcaster. Este Blog, que edito há 18 anos, é uma singela contribuição para a sociedade. É uma espécie de "jornal pessoal" por onde tento provocar o debate sobre assuntos inadiáveis para Roraima e para o Brasil. Também edito o Podcast Direto ao Ponto, que vai ao ar todas as semanas e você também pode ouvir aqui.

Todos os posts

Posts recentes: