DPU pede punição à Justiça Eleitoral para Nicoletti e Gerlane por prática de xenofobia

 DPU pede punição à Justiça Eleitoral para Nicoletti e Gerlane por prática de xenofobia

A propaganda eleitoral de Nicoletti e Gerlane foi considerada xenofóbica pela Defensoria Pública da União

Compartilhe nosso conteúdo!

Os casos de xenofobia praticados na propaganda eleitoral pelos candidatos ao cargo de prefeito de Boa Vista, Antonio Nicoletti (PSL) e Gerlane Baccarin (Progressista), motivaram a Defensoria Pública da União (DPU) a apresentar uma notícia de fato contra os dois políticos por instigar a antipatia aos imigrantes venezuelanos pelos brasileiros. O órgão pede que a Justiça Eleitoral puna os dois candidatos na forma da lei.

A DPU justifica se tratar de um fato “temerário que a propaganda eleitoral seja veículo para discursos xenófobos e que induzam os eleitores e as eleitoras boavistenses a propostas de cunho discriminatório”.

A iniciativa partiu do Grupo de Trabalho Nacional “Migrações, Apatridia e Refúgio”, logo após este tomar ciência das peças de propaganda eleitoral veiculadas em redes sociais pelos dois candidatos devido ao seu “conteúdo xenofóbico ou de propostas contrárias à Constituição da República e à legislação migratória brasileira”.

Em sua propaganda eleitoral divulgada no Facebook, Nicoletti diz que “na minha gestão municipal, venezuelano não terá privilégio”. Por sua vez, a candidata Gerlane Baccarin divulgou material impresso com a seguinte proposta sobre o tema imigração: “vamos limitar os atendimentos na saúde e vagas nas escolas para os imigrantes”.

A ação movida pela DPU contra Nicoletti e Gerelane lembra que o ordenamento jurídico brasileiro não permite discriminação entre brasileiros e imigrantes quanto ao acesso a direitos.

“Ao afirmar por meio publicitário que “venezuelano não terá privilégio”, o candidato Nicoletti (PSL) sugere, ainda que de modo implícito, que haverá redução de políticas e serviços públicos direcionados a migrantes venezuelanos em sua gestão. Já a candidata Gerlane (PP), ao propor “limitar os atendimentos na saúde e vagas nas escolas para os imigrantes”, sugere de modo claro a adoção de políticas discriminatórias por nacionalidade no acesso a serviços municipais de saúde e educação, com especial impacto, nesse último caso, aos direitos de crianças e adolescentes imigrantes com residência no Município”, diz o texto da notícia de fato.

A DPU entende que a proposta dos dois candidatos implicaria a adoção institucional de medidas tipificadas como crime pelos arts. 1º e 6º da Lei nº 7.716/89. “Além disso, a veiculação provoca medo e temor generalizados em um grupo social já bastante vulnerável e sob permanente insegurança”, diz o texto da ação.

Envie sua sugestão de pauta para o Blog

Digiqole ad

Comments

0 comments

Luiz Valério

http://luizvalerioblog.wordpress.com

Sou Luiz Valério. Cearense nascido em Juazeiro do Norte, Região do Cariri (CE). Tenho formação em Letras, curso Comunicação Social e atuo como professor e jornalista há 24 anos. Sou Pós-graduado em Comunicação Social, Assessoria de Imprensa e Novas Tecnologias. Atualmente faço uma Pós-graduação em Marketing Digital. Mantenho este blog há 16 anos.

Leia mais conteúdo

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Está no ar o Podcast Direto ao Ponto - Narrativas, entrevistas e histórias sobre a política, a cultura e os costumes da Amazônia. Por Luiz ValérioOUÇA NO SPOTIFY
+
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x