FALTA DE TRANSPARÊNCIA NA ALERR – Ministério Público requer multa diária de R$ 150 mil por descumprimento de sentença

 FALTA DE TRANSPARÊNCIA NA ALERR – Ministério Público requer multa diária de R$ 150 mil por descumprimento de sentença

Boa parte dos aprovados no concurso público realizado pela Assembleia Legislativa em 2018 ainda aguarda a convocação

Compartilhe nosso conteúdo!

O Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR) pediu na Justiça o cumprimento de sentença judicial que obriga a Assembleia Legislativa do Estado de Roraima a promover a correta implantação do Portal da Transparência da instituição.

No pedido, o Ministério Público, por meio da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, requer o pagamento de multa diária no valor de R$ 150 mil a ser pago pelo presidente da Casa, Jalser Renier, em razão do descumprimento. O documento foi protocolado na quarta-feira, 18 de novembro.

A sentença, que ainda cabe recurso, foi deferida em maio de 2019. Após tomar ciência da decisão, a Assembleia Legislativa recorreu da liminar, porém foi negada pela Justiça.

Na ação civil pública, o MPRR pediu que a Justiça obrigasse a Assembleia a atualizar o Portal da Transparência com informações sobre relação dos servidores públicos com respectiva lotação, orçamento, relatório de gestão fiscal, prestação de contas, pagamento de pessoal com cargos comissionados e de confiança, temporários e efetivos.

O MPRR requereu também a publicidade de gastos individualizados de cada deputado, pagamentos realizados em nome de pessoas físicas e jurídicas que forneçam ou prestem serviços à ALE, os valores pagos e procedimentos licitatórios nas diversas modalidades a realizar e já encerradas, bem como, as demais informações previstas no Artigo 48-A da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Segundo o Promotor de Justiça, Luiz Antônio Araújo de Souza, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, a existência do portal da transparência atualizado e acessível é dever de todo administrador público.

“É uma ferramenta que possibilita o controle social por parte da sociedade, o qual tem o direito de conhecer e questionar, se necessário, a correta aplicação dos recursos públicos”, destacou o Promotor de Justiça.

Informações da Assessoria de Comunicação do Ministério Público de Roraima

Digiqole ad

Comments

0 comments

Luiz Valério

http://luizvalerioblog.wordpress.com

Sou Luiz Valério. Cearense nascido em Juazeiro do Norte, Região do Cariri (CE). Tenho formação em Letras, curso Comunicação Social e atuo como professor e jornalista há 24 anos. Sou Pós-graduado em Comunicação Social, Assessoria de Imprensa e Novas Tecnologias. Atualmente faço uma Pós-graduação em Marketing Digital. Mantenho este blog há 16 anos.

Leia mais conteúdo

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Está no ar o novo episódio do Podcast Direto ao Ponto - Bastidores do primeiro turno e as arrumações para o segundo em Boa VistaOUÇA NO SPOTIFY
+
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x