Haroldo Cathedral requer audiência sobre acordo de revalidação de diplomas do Mercosul

boa-vista-130-anos

Detentor de vasto conhecimento do setor educacional, o deputado Haroldo Cathedral (PSD-RR) subscreveu, nesta quarta-feira (24 de abril), o requerimento nº 45/2019 do deputado Alan Rick (DEM-AC), que solicita a realização de Audiência Pública para aprofundar o debate sobre o acordo de revalidação de diplomas do Mercosul e a revalidação de diplomas simplificada entre seus países signatários.

A discussão proposta está centrada nos diplomas médicos no Brasil. Haroldo entende ser extremamente necessário discutir o reconhecimento imediato dos diplomas de graduação e pós-graduação, obtido nos países do Mercosul. Daí a importância da audiência pública a ser realizada na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados.

O parlamentar roraimense acredita que o acordo de revalidação foi firmado em 18 de dezembro de 2018, na 53º Cúpula dos Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados, que define critérios simplificados, mediante verificação documental, coloca em risco a qualidade e a fidelidade da educação superior.

Segundo Haroldo Cathedral, a implementação do sistema de revalidação simplificado é importante não apenas no âmbito econômico e comercial, mas também no campo do desenvolvimento educativo, cultural e científico.

“O setor educacional tem se destacado pela busca de mecanismos que promovam a equivalência e, assim, o reconhecimento mútuo. No entanto, nossa preocupação é que não haja prejuízos na qualidade da formação desses profissionais”, salientou.

O Sistema de Acreditação Regional de Cursos de Graduação (ARCU-SUL) é resultado de um acordo entre os Ministros de Educação da Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai, Bolívia e Chile, homologado pelo Conselho do Mercado Comum do MERCOSUL, através da Decisão CMC nº 17/08.

A ideia é criar um modelo de credenciamento dos cursos de graduação para o reconhecimento regional da qualidade acadêmica dos respectivos diplomas no Mercosul e estados associados. Ele oferece garantia pública, entre os países da região, do nível acadêmico e científico dos cursos.

De acordo com o deputado Haroldo, isso significa que os países do bloco irão eleger algumas universidades e cursos, a partir de avaliações prévias, que levam em conta critérios rigorosos de qualidade de ensino e pesquisa.
O parlamentar ressaltou ainda que apesar da vigência dos sistemas de acreditação é fundamental a realização de uma audiência pública para buscar um maior detalhamento sobre o processo de revalidação dos diplomas.

Leave your vote

Comentários

0 Comentários

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Send this to a friend