Haroldo sugere ação conjunta entre Direitos Humanos e entidades religiosas para interiorização dos imigrantes

ANÚNCIO PMBV JULHO 3

O deputado Haroldo Cathedral (PSD-RR) participou de uma audiência com a ministra Damares Alves, titular da pasta da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, para tratar sobre o processo de interiorização dos imigrantes venezuelanos. O parlamentar sugeriu a ampliação da rede de acolhimento, com a parceria de entidades e grupos religiosos. A reunião aconteceu no Ministério dos Direitos Humanos, na manhã desta quinta-feira (9).

Na oportunidade, o deputado pediu apoio para a intensificação do processo de interiorização, em virtude do aumento da entrada de imigrantes no Estado de Roraima.

“Nossa intenção é criar novas estratégias de integração, incluindo a parceria com entidades e grupos religiosos que possam atuar na acolhida em outros estados da federação. Estas instituições têm um papel importante para a garantia dos direitos humanos. Precisamos aumentar esta rede de acolhimento para reduzir o impacto sobre o estado de Roraima. Com esta parceria, vamos permitir que os imigrantes tenham novas oportunidades de integração e ingresso no mercado de trabalho”, salientou.

Haroldo Cathedral citou o sucesso do trabalho humanitário realizado pelo empresário Carlos Wizard Martins de realocação dos imigrantes venezuelanos. De acordo com o parlamentar, o empresário reuniu líderes empresariais e religiosos em torno da causa.

“O empresário Carlos Wizard iniciou um programa coordenado de interiorização e de acolhimento, através de uma ação conjunta com a sociedade civil. Acreditamos que este trabalho integrado, com apoios estratégicos, é possível mudar a realidade e ampliar significativamente o processo de interiorização. Temos que encontrar saídas que preservem a qualidade de vida da população de Roraima e também que garantam o acolhimento dessas pessoas em situação de miséria extrema”, afirmou.

Em pouco mais de um ano, a estratégia de interiorização do Governo Federal transferiu 4.564 pessoas de Roraima para 17 estados brasileiros. No entanto, Haroldo Cathedral disse que ainda é preciso intensificar este processo para minimizar os efeitos sociais em Roraima.

Ficou agendada, para a próxima quarta-feira, uma segunda audiência no Ministério Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e que contará com a presença do empresário Carlos Wizard Martins.

Leave your vote

Comentários

0 Comentários

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Send this to a friend