sábado , janeiro 25 2020
Início / Blog do Luiz Valério / Jefferson Alves lamenta declarações de Telmário e diz que atuou firme para sua eleição como senador
deputado_Jefferson_Alves
Afirmando ter sido pego de surpresa, o deputado estadual Jefferson Alves lamentou as declarações depreciativas que Telmário fez a seu respeito

Jefferson Alves lamenta declarações de Telmário e diz que atuou firme para sua eleição como senador

O deputado estadual Jefferson Alves (PTB) condenou as declarações acusatórias e depreciativas a seu respeito, feitas em mensagens de WhatsApp pelo senador Telmário Mota (PROS), que por muitos anos foi seu amigo e aliado político. Alves disse ter recebido as declarações de Telmário, reputadas por ele como falsas, “com extrema surpresa e decepção”.

Jefferson Alves negou que tenha qualquer responsabilidade em relação a exclusão de pessoas de grupos de WhatsApp, um dos motivos que teriam levado Telmário Mota a romper relações com ele.

“Em toda a nossa trajetória política, sempre dei o meu melhor para que ele [Telmário] pudesse vencer as eleições, participando na linha de frente, dando a cara a tapa, enfrentando tudo e todos em prol do sucesso do senador”.

Leia a íntegra da nota publicada no perfil de Facebook de Jefferson Alves:

0 Reviews

Write a Review

Sobre Luiz Valério

Sou Luiz Valério. Cearense nascido em Juazeiro do Norte, no Cariri cearense. Tenho formação em Letras, curso Comunicação Social e atuo como professor e jornalista há 24 anos. Sou Pós-graduado em Comunicação Social, Assessoria de Imprensa e Novas Tecnologias. Atualmente faço uma Pós-graduação em Marketing Digital. Mantenho este blog há 16 anos.

Confira também

doenças-na-penitenciária-agrícola

Ministério Público, Sesau e Sejuc firmam acordo para evitar proliferação de doenças na PAMC

O Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR), por meio da Promotoria de Justiça de Execução Penal, firmou acordo com os representantes das Secretarias estaduais de Saúde (Sesau) e de Justiça e Cidadania (Sejuc) de Roraima, na manhã desta terça-feira (21 de janeiro), para executar medidas urgentes, a fim de evitar proliferação de doenças entre os presos que estão na Penitenciária Agrícola do Monte Cristo (PAMC).