Prefeitura acusa Câmara de emperrar votação de projeto que beneficia integrantes de projetos sociais

O retardamento na votação do projeto do Executivo que aumenta os valores das bolsas e amplia o número de vagas nos projetos sociais da Prefeitura de Boa Vista pela Câmara de Vereadores está prejudicando cerca de 2 mil famílias com crianças, adolescentes, jovens e idosos que hoje integram. A proposta foi entregue aos vereadores de Boa Vista no dia 13 de abril deste ano e até agora segue sem resposta

Segundo o prefeito Arthur Henrique (MDB), o projeto é uma forma de valorizar ainda mais os integrantes dos projetos Artcanto, Dedo Verde, Cabelos de Prata, Rumo Certo e Crescer. Os programas levam qualidade de vida e oportunidade principalmente aos jovens que ingressam com mais facilidade ao mercado de trabalho.

A proposta aumenta o número de vagas do programa Cabelos de Prata de 750 para 1500 vagas. O valor da bolsa, que é de R$ 180, sobe para R$ 300. O projeto tem suas ações voltadas às pessoas acima de 60 anos., com o objetivo de contribuir no processo de envelhecimento saudável, no desenvolvimento da autonomia, no fortalecimento dos vínculos familiares, do convívio comunitário e na prevenção de risco social. Hoje 1.024 idosos vivenciam, de forma remota, experimentações artísticas, culturais, esportivas e de lazer.

Quanto ao projeto ArtCanto, o projeto aumenta o quantitativo de vagas de 350 para 500. A bolsa sobe de R$ 180 para R$ 230. Este projeto promove a educação com acompanhamento social, pedagógico e musical para crianças e adolescentes entre 7 e 17 anos. O ArtCanto ensina a prática do canto coral infantojuvenil, música popular brasileira, erudita e regional a 150 integrantes.

O projeto Dedo Verde terá o valor da bolsa aumentado de R$ 180 para R$ 230, permanecendo a mesma quantidade de vagas (500). As ações do programa são focadas na proteção social com ações educativas e ambientais, de saúde e atividades recreativas. Os 187 integrantes são agentes ambientais e têm entre 14 e 17 anos. Nas oficinas aprendem sobre produção de mudas frutíferas, medicinais, ornamentais, paisagismo, jardins, hortas urbanas e compostagem.

O Projeto Crescer também terá o valor da bolsa aumentado de R$180 para R$ 230 ficando com a mesma quantidade de vagas (900). Neste projeto os jovens ocupam o tempo livre em oficinas profissionalizantes e atividades de geração de renda, culturais, esportivas e de lazer. Neste período de pandemia estão se qualificando em cursos à distância. São atendidos em torno de 350 adolescentes e jovens com idade entre 15 e 21 anos.

Já o projeto Rumo Certo terá o valor da bolsa aumentado de R$ 210 para R$ 500, sendo mantido o mesmo número de vagas (500). Os jovens exercem suas atividades de estágio em áreas administrativas de oito órgãos públicos, instituições conveniadas e nas secretarias municipais. Hoje são 138 adolescentes de 15 a 17 anos que passam por uma formação educacional e preparação para o mercado de trabalho.

Está gostando do nosso conteúdo? Compartilhe nas suas redes!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
LUIZ VALÉRIO
LUIZ VALÉRIO

Jornalista e Podcaster. Este Blog, que edito há 18 anos, é uma singela contribuição para a sociedade. É uma espécie de "jornal pessoal" por onde tento provocar o debate sobre assuntos inadiáveis para Roraima e para o Brasil. Também edito o Podcast Direto ao Ponto, que vai ao ar todas as semanas e você também pode ouvir aqui.

Todos os posts

Posts recentes: