Projeto Polícia na Rua está em fase de finalização para entrar em operação

O maior projeto integrado de segurança pública da história de Roraima, denominado de Polícia na Rua, está em fase final de preparação e deve entrar em operação nos próximos meses.

Na manhã desta terça-feira, dia 13, membros da cúpula da Segurança Pública de Roraima estiveram reunidos com o deputado federal Jhonatan de Jesus (Republicanos-RR), que destinou os recursos junto com o ex-deputado Carlos Andrade, para a aquisição das viaturas e equipamentos que integrarão o programa.

Participaram da reunião o secretário de Segurança, coronel Edison Prola, o comandante geral da PMRR, Francisco Xavier, o sub comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Anderson Carvalho, delegado geral Herbert Amorim, deputado estadual Gabriel Picanço, além dos vereadores Ítalo Otávio, Sandro Baré e Manoel Neves.

“Nós estamos finalizando o projeto Polícia na Rua, que é um sistema de segurança integrado para a população, reunindo as polícias Militar e Civil e mais o Corpo de Bombeiros, que será revolucionário dentro do nosso estado”, destacou o parlamentar.

Ao todo serão adquiridas 155 viaturas e 21 motocicletas, além de equipamentos e instrumento para garantir o pleno funcionamento das forças de segurança pública em Roraima.

Em complemento a esse aparato, o comandante da PMRR, coronel Francisco, adiantou que o Ministério Público de Roraima também está colaborando com o projeto, com a doação de equipamentos de tecnologia embarcada como tablets, smartphones, impressoras térmicas, além de internet nas viaturas e nos quartéis.

“Se não fosse esse empenho do deputado em acreditar nesse programa nosso, no Polícia na Rua, a gente não estaria já com todos esses avanços, com o processo licitatório bem adiantado, com o nosso curso de formação já iniciado”, agradeceu o comandante.

Detalhamento dos investimentos

Na Polícia Militar serão investidos mais de R$ 20 milhões, na compra de cinco automóveis sedan, duas picapes 4 x 4, 27 picapes tipo A, um caminhão para transporte de animais e 21 motocicletas. Além dos veículos serão comprados 960 pistolas, 120 fuzis, 120 espingardas, 20 computadores, 22 notebooks, 65 impressoras e 65 estabilizadores. Para equipar os agentes ainda serão compradas munição, acessórios e diversos tipos de coletes, escudos e capacetes.

Para a Polícia civil serão 56 viaturas, sendo 30 veículos hatch, 16 pick-ups descaracterizadas, oito pick-ups com cela e dois rabecões. Além dos veículos a PCRR receberá 97 computadores, 30 notebooks, 50 scanners, 140 impressoras multifuncionais, 70 monitores e um data center hiper convergente.

O Corpo de bombeiros também receberá recursos no valor de R$ 2.9 milhões que estão sendo investidos na compra de 37 viaturas entre automóveis e pick-ups.

“Em síntese, essa é a essência do projeto. A gente vai ver, de fato, uma presença policial mais marcante na nossa Capital e no Interior. Isso, consequentemente, vai permitir que a Polícia Civil centre seus esforços no atendimento ao cidadão, nas delegacias e na elucidação criminal”, apontou o comandante da PMRR.

“Investir em segurança é dar mais capacidade para o nosso Estado. Meu compromisso é, a partir do momento que o projeto esteja instalado, nós vamos colocar outra emenda para a troca das viaturas e mais equipamentos”, garantiu Jhonatan de Jesus.

Está gostando do nosso conteúdo? Compartilhe nas suas redes!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
LUIZ VALÉRIO
LUIZ VALÉRIO

Jornalista e Podcaster. Este Blog, que edito há 18 anos, é uma singela contribuição para a sociedade. É uma espécie de "jornal pessoal" por onde tento provocar o debate sobre assuntos inadiáveis para Roraima e para o Brasil. Também edito o Podcast Direto ao Ponto, que vai ao ar todas as semanas e você também pode ouvir aqui.

Todos os posts

Posts recentes: