sábado , janeiro 25 2020
Início / Blog do Luiz Valério / Projeto que libera mineração em terras indígenas motiva roda de conversas do governo com blocos geopolíticos
mineração_em_terras_indígenas
O projeto de lei do governo Bolsonaro que libera a mineração em terras indígenas despertou preocupação na Comunidade Internacional

Projeto que libera mineração em terras indígenas motiva roda de conversas do governo com blocos geopolíticos

A Comunidade Internacional continua de olho no que o governo brasileiro faz ou permite que se faça nas terras indígenas. Nesse sentido, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, recebeu diplomatas europeus para conversar sobre mineração nessas áreas e ainda deve se reunir com representantes de outros blocos geopolíticos para tratar sobre o assunto.

Conforme publicou a coluna Radar, da Revista Veja, o ministro deve manter encontros futuros com representantes dos países asiáticos, africanos e das Américas Latina e do Norte. O assunto desperta grande interesse pelo mundo a fora.

A primeira reunião de Bento Albuquerque teve mais de duas horas de duração e aconteceu nesta quinta-feira (9 de janeiro). O governo considerou o encontro um sucesso. Segundo diz a coluna Radar, “ideia é ‘acalmar’ os estrangeiros”.

A afirmação do presidente Jair Bolsonaro, feita em meados de dezembro de 2019, segundo a qual o governo tem um projeto de lei que propõe a liberação do garimpo em terras indígenas pronto para ser enviado ao Congresso Nacional chamou a atenção e preocupa a Comunidade Internacional.

Fonte: Coluna Radar | Foto: Instituto Socioambiental

0 Reviews

Write a Review

Sobre Luiz Valério

Sou Luiz Valério. Cearense nascido em Juazeiro do Norte, no Cariri cearense. Tenho formação em Letras, curso Comunicação Social e atuo como professor e jornalista há 24 anos. Sou Pós-graduado em Comunicação Social, Assessoria de Imprensa e Novas Tecnologias. Atualmente faço uma Pós-graduação em Marketing Digital. Mantenho este blog há 16 anos.

Confira também

doenças-na-penitenciária-agrícola

Ministério Público, Sesau e Sejuc firmam acordo para evitar proliferação de doenças na PAMC

O Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR), por meio da Promotoria de Justiça de Execução Penal, firmou acordo com os representantes das Secretarias estaduais de Saúde (Sesau) e de Justiça e Cidadania (Sejuc) de Roraima, na manhã desta terça-feira (21 de janeiro), para executar medidas urgentes, a fim de evitar proliferação de doenças entre os presos que estão na Penitenciária Agrícola do Monte Cristo (PAMC).