Roraima produz 300 toneladas de melão e vai abastecer outros estados

O projeto começou com o contato do governador Denarium e Luiz Roberto Barcelos, um dos maiores produtores de melão do mundo

Na manhã deste sábado, 20, o governador de Roraima Antonio Denarium, acompanhado do secretário da Agricultura, Aluizio Nascimento, e outros secretários de Estado e dos deputados estaduais Gabriel Picanço e Gerson Chagas, esteve na fazenda Lusitânia, na região do Tucano, município de Bonfim, para acompanhar O Dia de Campo com a degustação de cultivares de melão e melancia para exportação.

O projeto começou com o contato do governador Denarium e Luiz Roberto Barcelos, um dos maiores produtores de melão do mundo e presidente da Associação Brasileira de Frutas, que veio conhecer a potencialidade de Roraima.

Nesse projeto piloto, dez agricultores participaram, criando o grupo Pioneiros Do Melão Roraima, plantando um hectare cada um e conseguindo produzir 300 toneladas. Jorge Português, proprietário da fazenda Lusitânia, disse que a quantidade da produção superou as expectativas, alcançando 100 toneladas por hectare. A qualidade do fruto também foi exaltada pelo produtor por ser mais doce e ter sua colheita na entressafra brasileira.

O agricultor enfatizou ainda o trabalho do Governo de Roraima, que além de atrair o investidor, ofereceu apoio técnico para os agricultores em todas as fases do projeto.

Exportação para Guiana

O governador Antonio Denarium ressaltou que a missão do Governo do Estado é justamente essa, valorizar todos que trabalham e produzem.

“Estamos planejando exportar a produção de melão para a Europa pelo porto de Georgetown, na Guiana. O governo do país vizinho já vai começar a asfaltar os primeiros 125 quilômetros da rodovia que liga Lethen, primeiro município guianense após a fronteira com o Brasil, a Linden, também na Guiana.

A entressafra é uma excelente vantagem em relação a outros Estados do Brasil. A agricultura familiar é muito importante. Desde o início do nosso governo, estamos fazendo um trabalho para estimular a produção em nosso Estado”, disse.

Um dos produtores é o português Jorge Lopes, que há dez anos produz o fruto em Roraima, na região do Vale do Mel, no município de Bonfim. Ele explicou que o grupo de produtores resolveu se unir para testar esse novo método de produção de mudas após visitarem no Nordeste do Brasil áreas de produções da Agrícola Formosa, maior produtora de melão do País. 

 “Nós temos um clima seco e ventilado e isso dispensa a utilização de fungicidas, aliado ainda a água perene e de alta qualidade comprovada por estudos. Investimos e hoje vemos o resultado de um melão de qualidade excepcional. A partir deste ano, com a utilização desta tecnologia, a tendência é que os resultados sejam ainda melhores”, detalhou Lopes.

Está gostando do nosso conteúdo? Compartilhe nas suas redes!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
LUIZ VALÉRIO
LUIZ VALÉRIO

Jornalista e Podcaster. Este Blog, que edito há 18 anos, é uma singela contribuição para a sociedade. É uma espécie de "jornal pessoal" por onde tento provocar o debate sobre assuntos inadiáveis para Roraima e para o Brasil. Também edito o Podcast Direto ao Ponto, que vai ao ar todas as semanas e você também pode ouvir aqui.

Todos os posts

Posts recentes: