Rorainópolis ganha projeto pioneiro de abatedouro de frango

Com projeto realizado por meio da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (AEAPA), a produtora Raquel Fontes será beneficiada com a construção de um mini abatedouro de frango. O projeto piloto vai ajudar no beneficiamento de frango por outros produtores da região. A montagem da estrutura começa nesta terça-feira (21 de abril).

O investimento feito na aquisição da estrutura foi de R$64.500, sendo 38 mil aplicados na compra de equipamentos e o restante em material de construção para a conclusão do prédio. O mini abatedouro terá capacidade de abater de 800 a 1000 quilos de frango por dia. O objetivo é que o mini abatedouro seja uma vitrine para a região Sul do estado.

Conforme o secretário de Agricultura, Emerson Baú, foi dada toda a assistência técnica para a conclusão do projeto e o financiamento foi feito pela Agência Desenvolve RR, com recursos do Fundo de Desenvolvimento Econômico e Social do Estado de Roraima (Funder)].

campanha julho cathedral

O mini abatedouro de frango será montado com equipamentos são de ponta, selecionados com orientações técnicas. O prédio também foi construído todo dentro das normas da Agência de Defesa Agropecuária (ADERR), com o acompanhamento do fiscal agropecuário. Segundo Baú, tudo o que foi comprado vai atender às necessidades dos produtores.

Beneficiada pelo projeto, Raquel Fontes acompanhou emocionada a chegada dos equipamentos. “Nem dormi de tanta emoção, não acreditava que finalmente meu sonho estava sendo realizado. Foi um dia de muita alegria ver os equipamentos chegando, estou muito realizada”, afirmou.

Os equipamentos comprados por meio do financiamento foram: Sangrador, caldeira, depenador, mesa de seleção, tanques para resfriar o animal abatido, mesa para fazer a embalagem, balança, selador, além do equipamento que faz toda a desinfecção das facas para serem esterilizadas, entre outros.

“Tudo que deu pra comprar no mercado local compramos. Agora chegaram os equipamentos que foram comprados em São Paulo. Teve uma demora por conta da pandemia do novo Coronavírus, mas agora está tudo certo. Vamos instalar junto com o fiscal que autuou, que foi o fiscal que contribuiu para que, tecnicamente, tudo seja feito nos parâmetros necessários”, informou o técnico da SEAPA, Adriano Alves de Souza.

Leave your vote

Comentários

0 Comentários

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Send this to a friend