Secretário explica destino recursos enviados pela União para RR em 2020

secretario-estadual-da-Fazenda-Marcos-
O secretário de Fazenda esclareceu também quanto aos recursos distribuídos pela União para a área social

O secretário estadual da Fazenda, Marcos Jorge, esclareceu nesta segunda-feira (5 de janeiro), em entrevista à imprensa roraimense, sobre o repasse feito diretamente para o Governo de Roraima o total de R$ 2.640.190.100,87, incluindo recursos obrigatórios, a exemplo do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e repartição do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

Marcos Jorge explicou que, no caso de Roraima, não há complementação da União no Fundeb. “Aqui, 20% do FPE já é descontado e vai direto para a conta do Fundeb. Mais 20% do que é arrecadado do ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços] também são depositados na conta do Fundeb, entre outras arrecadações”, disse o secretário.

O secretário de Fazenda explicou também quanto aos recursos distribuídos pela União para a área social, seja para o Bolsa Família ou para o Auxílio Emergencial, entre outros programas, é feito direto na conta dos beneficiários, sem participação direta do Estado.

“Nenhum centavo desse recurso o Governo Federal passa para o Executivo estadual ou pelos municípios. O Governo Federal está dizendo que, para o estado de Roraima, foram destinados R$ 924,6 milhões, mas esse valor foi repassado direto para a conta do cidadão”, esclareceu Marcos Jorge.

Ele ponderou ainda que dos recursos, cada centavo, quer seja Fundeb, que seja FPE, são recursos constitucionais para Estados e Municípios, não tendo sido enviado pela União recursos a mais e que a população precisa saber com clareza que valor entra e para onde foi destinado.

PACOTE COVID-19 – “Quando nós falamos aqui que o Executivo estadual recebeu efetivamente da União no pacote Covid foram R$ 600 milhões e todo ele foi para a saúde e para o social, é importante que a população saiba que esse recurso entrou para aquilo especificamente”, afirmou.

O secretário destacou ainda que tudo o que foi destinado ao estado de Roraima pela União está disponível no Portal da Transparência da Controladoria Geral do Estado, disponível para que o cidadão possa acompanhar. “O cidadão pode acompanhar cada valor que entra mês a mês, quanto é arrecadado, para onde é destinado, tudo detalhado”, frisou.

Está gostando do nosso conteúdo? Compartilhe nas suas redes!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
LUIZ VALÉRIO
LUIZ VALÉRIO

Jornalista e Podcaster. Este Blog, que edito há 18 anos, é uma singela contribuição para a sociedade. É uma espécie de "jornal pessoal" por onde tento provocar o debate sobre assuntos inadiáveis para Roraima e para o Brasil. Também edito o Podcast Direto ao Ponto, que vai ao ar todas as semanas e você também pode ouvir aqui.

Todos os posts

Posts recentes: