Será que o crime compensa?

boa-vista-130-anos-2

O Poder Judiciário brasileiro está passando a mensagem para a sociedade de que o crime compensa, sim. Aqui em Roraima e nos demais estados do Brasil – inclusive decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), que beneficiam acusados de crimes de corrupção e de desvio de dinheiro de grande monta, – sinalizam que a justiça tupiniquim é sempre muito benevolente para com os poderosos.

A decisão da Justiça Federal de Roraima, que negou o retorno da deputada estadual Ione Pedroso à prisão preventiva, depois de ela retirar ao arrepio da lei a tornozeleira que é obrigada a usar por estar em prisão domiciliar ou recolhimento noturno, é uma demostração cabal disso.

Como se não bastasse negar o pedido do Ministério Público Federal (MPF) para que a parlamentar voltasse a ser presa preventivamente por violar as regras de monitoramento, o juiz federal substituto Gabriel Augusto Faria ainda concedeu o direto a Ione Pedroso de visitar o marido José Wallace Barbosa, preso pela Polícia Federal após passar um mês foragido, na prisão.

Será que com pessoas comuns, desprovidas de dinheiro, a justiça seria assim tão benevolente? Será que o crime, afinal, compensa?

Leave your vote

Comentários

0 Comentários

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Send this to a friend