TRF1 rejeita embargos apresentados pela defesa de Marcelo Jorge que pode ser preso

 

A Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 1a. Região (TRF1) rejeitou nesta terça-feira (26), por unanimidade, os embargos de declaração apresentados pela defesa do prefeito de São João da Baliza, Marcelo Jorge Dias Fernandes (PROS), contra a sua condenação em segunda instância naquela corte pelo crime de peculato, o que pode resultar em sua prisão. O relator do processo é o desembargador Néviton Guedes.

Marcelo Jorge foi arrolado no processo 0002114-73.2008.4.01.4200 que se refere ao “Caso Gafanhotos”, esquema de desvio de recursos públicos do Governo de Roraima, desmontado pelo Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal no ano de 2003. Entre outros nomes da política local, o caso gafanhotos envolveu o atual presidente da Assembleia Legislativa, Jalser Renier (SD), e o ex-governador Neudo Campos, que cumpre pena de prisão domiciliar.

Marcelo Jorge Dias Fernandes foi condenado pela 2ª Vara Federal de Roraima a cinco anos de prisão em regime semiaberto e ao pagamento de multa no valor de R$ 10.366,00 no âmbito do “Caso Gafanhotos”. No mesmo processo, foi condenado à mesma pena e pelo mesmo crime o irmão de Marcelo Jorge, Reinaldo Moraes Fernandes. A Moraes foi aplicada uma multa no valor de R$ 5.183,00.

Processo Marcelo Jorge
Movimentação do processo de Marcelo Jorge que trata sobre sua condenação por peculato

Leave your vote

Comentários

0 Comentários

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Send this to a friend