Uma retroescavadeira chamada Teresa atropela adversários e elege pupilo para prefeitura (E agora José?)

Summary

Uma retroescavadeira chamada Teresa, trabalhando com potência máxima, estraçalhou o sonho dos adversários e elegeu seu pupilo Arthur Henrique (MDB) prefeito de Boa Vista, com a maior votação proporcional do Brasil. Arthur obteve quase 86% dos votos válidos na capital roraimense.Ottaci Nascimento (Solidariedade) teve quase 4 mil votos a mais do que no primeiro turno, ficando com 20.032 sufrágios neste segundo turno, ou 14,64% do total de votos válidos. Uma votação pífia. Nessa, o candidato do Solidariedade comeu poeira. Esta eleição, concluída no domingo (29 de novembro), mostrou para uns e outros que influência política não se compra com dinheiro, mesmo que sejam milhões. Influência política se conquista com trabalho e estratégia, mesmo que esse trabalho não agrade a todos. A vitória do candidato emedebista estava desenhada desde o primeiro turno. Fatores como o poder da máquina, o desejo de continuidade pela maioria, uma gestão com mais de 80% de aprovação e o domínio do marketing político, contaram muito a favor do pupilo de Teresa.Agora, só resta torcer e cobrar para que o futuro governo do vice que se tornou prefeito não repita um capítulo deprimente da história política de Boa Vista. Caberá a cada eleitor, aqueles que votaram e os que não votaram em Arthur cobrar para que Boa Vista continue linda de se ver e seja uma cidade igual para todos.Este é o tema deste episódio do Podcast Direto ao Ponto.

Send in a voice message: https://anchor.fm/luiz-valu00e9rio/message

Está gostando do nosso conteúdo? Compartilhe nas suas redes!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on pinterest
Pinterest
LUIZ VALÉRIO
LUIZ VALÉRIO

Jornalista e Podcaster. Este Blog, que edito há 18 anos, é uma singela contribuição para a sociedade. É uma espécie de "jornal pessoal" por onde tento provocar o debate sobre assuntos inadiáveis para Roraima e para o Brasil. Também edito o Podcast Direto ao Ponto, que vai ao ar todas as semanas e você também pode ouvir aqui.

Todos os posts

Posts recentes: